DESTAQUES

ANTERIOR

Realidade depende somente de sua visão dos fatos

PRÓXIMO

Videogame mantém cérebro ativo e é similar ao treino de yoga

Viagens internacionais de avião: dicas para prevenir os efeitos do jet lag

Redação Vya Estelar 29/08/2016 SAÚDE E BEM-ESTAR
Viagens internacionais de avião: dicas para prevenir os efeitos do jet lag Para corpo se ajustar rapidamente terei que ajudá-lo

por Nicole Witek

Cresceu o numero de turistas brasileiros no mundo diz a Organização Mundial do Turismo (OMT). O órgão contabiliza apenas o número de turistas que saíram do país em viagens ao exterior - no caso do Brasil, a alta foi de 15% no primeiro semestre de 2013*.

Eu que pratico yoga, sou também especialista das viagens internacionais! Minha família está espalhada em vários continentes.

Passo muitas horas por ano nos aeroportos e nos aviões. Posso dar hoje umas dicas para fazer com que sua próxima sua viagem seja bem confortável.

O que você quer quando você aterrissa num outro pais ou num outro continente é poder desfrutar imediatamente desse mundo novo que está lhe sendo oferecido.

Porém para fazer isso, você deve se preparar um pouco antes e durante o voo. Aqui estão os preparos que faço para pular das Américas aos países das Ásia com disposição.

Alguns dias antes...

Tento modificar um pouco a hora que vou dormir. Adianto ou atraso um pouco minha rotina para dormir um pouco mais tarde ou cedo: uma ou duas horas só. Trata-se de avisar meu corpo que haverá daqui ha pouco umas mudanças nos ritmos dele.


Coloque uma manta ou a almofada na região da cintura para dar sustentação ao tronco e favorecer o movimento do diafragma

Durante o voo

Existem vários assuntos para prestar atenção:

Você não quer inchar, nem na barriga, nem nos tornozelos e ser capaz de calçar seus sapatos?

Voar de avião é como passar umas horas numa altitude de aproximadamente 2 500 metros. A pressão atmosférica é a mesma. Só que nós não estamos caminhando na montanha: estamos sentados e muitas vezes, exprimidos entre duas poltronas ocupadas.

A posição sentada, a imobilidade e a respiração curta serão fatores que podem favorecer o inchaço.

Como evitar essa situação?

O órgão que vai me ajudar para circular os líquidos e os gases dentro do meu corpo será o diafragma. Grande lâmina muscular e músculo responsável pela respiração. Durante o voo vou sentar de tal forma que o diafragma possa sempre ter seu papel de pistão. Preciso ter o tronco livre para que o diafragma possa subir e descer harmoniosamente e permitir que os líquidos do meu corpo possam subir em direção ao coração para o sangue e a cisterna de Pecquet para a linfa.

Eu posso colocar a manta ou a almofada na região da cintura para dar sustentação ao meu tronco e favorecer assim o movimento do diafragma como esta mostrado na ilustração acima.

Durante o voo, muitas vezes, com o diafragma funcionando corretamente, poderei também movimentar minhas pernas e ativar o retorno da linfa e do sangue venoso para acima, aliviando pernas e tornozelos.

Como proceder: numa expiração, quando o diafragma sobe por que o ar está saindo, estenderei as pernas debaixo do assento da poltrona na minha frente, esticarei as pernas, os calcanhares para a frente, os dedos dos pés em direcão às pernas. Quando o corpo quer inspirar novamente, poderei voltar à posição inicial.

Posso repetir várias e várias vezes durante o voo, assim conseguirei uma boa prevenção contra o inchaço. Esqueci de informar que não tirarei os sapatos. Assim não tomarei nenhum risco de ver meus pés inchar.

Voce quer evitar resfriados. Dentro da aeronave o ar é "condicionado". Metade do ar na cabine vem de fora e a outra metade é um ar reciclado e filtrado antes de ser introduzido novamente na cabine (http://www.aircanada.com/fr/travelinfo/onboard/healthtips.html)

Ainda mais o ar é bastante seco: mais ou menos 20% de humidade. Para proteger as vias aéras e operar uma boa prevenção, usarei um pano, uma echarpe leve de seda por exemplo. Assim o ar será filtrado novamente e não entrará tão seco nos meus pulmões. Assim dará para evitar as rinites alérgicas e os resfriados.

Você quer curtir as férias assim que descer da aeronave?

Para que meu corpo rapidamente se ajuste aos novos horários, terei que ajudá-lo. Se for possivel assim que chegar no meu destino, conseguirei adaptar meu relógio biológico e acertar seus ritmos internos mais rapidamente passando uns 15 minutos à luz do dia (ou da noite). As informações serão transmitidas ao meu relógio interno por meio dos olhos e das retinas. A informação será transmitida para o hipotálamo que fará o ajuste de todas as informações necessárias para o funcionamento ideal do meu corpo.


Ajude seu corpo a se ajustar ao relógio biológico mais rapidamente Se apesar desse procedimento, eu estiver com sono, tentarei respeitar os horários do local onde estou. Se precisar dormir ou descansar: não dormirei mais do que 30 minutos para que meu corpo não interprete essa "soneca" como o verdadeiro momento para dormir. Usarei um despertador/programe seu celular, para ter certeza de não deixar seu corpo entrar na fase de sono profundo.

Para ter disposição na chegada

O ar que respiro durante o voo contém pouca energia vital ou prana. O passeio que farei na chegada será una ferramenta indispensável para fazer a reposição da energia vital que foi usada durante o voo.

Para que esse passeio à luz do dia ou da noite seja proveitoso, basta respirar melhor, saber que estou armazenando prana e me sentir feliz por usar boas técnicas de yoga que me proporcionarão bem-estar.

Mais um detalhe: aproveitarei a hora no chuveiro para limpar as narinas com jala neti limpeza das narinas com água levemente salgada (1) e kapalabhati (2). Asssim terei certeza de aproveitar da melhor forma possivel minha estada longe de casa.

Boa viagem!

1 e 2: técnicas descritas em artigos anteriores (veja aqui) e no livro de Andre Van Lysebeth: Pranayama, dinâmica da respiração de maneira detalhada

Referências:

*http://veja.abril.com.br/noticia/economia/numero-de-brasileiros-que-viajaram-ao-exterior-cresce-15-em-2013-diz-omt

Atenção!

Esse texto e esta coluna não substituem uma consulta ou acompanhamento de um médico e não se caracterizam como sendo um atendimento.




Redação Vya Estelar

POSTS RELACIONADOS

Zumba é saudável, mas tem contraindicações

29/08/2016

Seja zen, mas seja pragmático

29/08/2016

Power Yoga, Ashtanga Yoga, Bikram Yoga, Vinyasa... Como escolher?

29/08/2016

Mestre xamânico dos sonhos

29/08/2016

COMPORTAMENTO

AUTOCONHECIMENTO

PSICOLOGIA

SAÚDE E BEM-ESTAR

ASTROLOGIA

ENTREVISTAS

SERVIÇOS

VÍDEOS

Suspendisse dapibus blandit auctor. Aenean nisl felis, fermentum in ante sit amet, lobortis hendrerit nunc. Curabitur pharetra in velit at ornare...

LEIA SOBRE NÓS

MANTENHA CONTATO!

ÚLTIMAS POSTAGENS

Como praticar atividades físicas no verão
01/01/2016
Se afastar para ficar mais próximo
01/01/2016
Caminhada, corrida e ciclismo: há diferença entre fazer esteira, spinning e ao ar livre?
01/01/2016

DESTAQUES

    Zumba é saudável, ...
    29/08/2016
    Power Yoga, Ashtanga...
    29/08/2016
    Viagens internaciona...
    29/08/2016
    Entenda a relação ...
    29/08/2016
    Viva no momento pres...
    29/08/2016